Para subir no Google, páginas devem priorizar experiência do usuário

O Google está focado em oferecer uma boa experiência para seus usuários e isso não é novidade.  Mas em comunicado oficial, o Google informou que a experiência do usuário será incluída como fator para rankeamento de links. Isso significa que para continuar nas primeiras posições de pesquisa, será necessário oferecer ao leitor um ambiente mais confortável para navegação. 

Veja mais

Vantagens e desafios do trabalho remoto no jornalismo

Dizem que toda grande mudança é precedida pelo caos. A frase atribuída ao médico indiano Deepak Chopra, pode ser bem utilizada em 2020, quando a pandemia do novo coronavírus tornou o trabalho remoto no jornalismo imprescindível. 

Se o home office era algo ensaiado e às vezes até distante da realidade, da noite para o dia passou a ser necessário para cumprir o distanciamento social obrigatório. 

Veja mais

Jornalismo comunitário e a pandemia do coronavírus

Foto: Kaike Gomes do Complexo do Alemão/Voz das Comunidades

Em um país com quase 210 milhões de habitantes e o 7° maior índice de desigualdade social, a informação não chega da mesma maneira para todos. A pandemia do novo coronavírus aumentou as distâncias sociais, escancarando problemas antigos que foram agravados pelo vírus. Nesse contexto o jornalismo comunitário cresce nas comunidades para tentar minimizar os abismos sociais.

Veja mais

Como o jornalismo pode combater as Fake News

A popularização das redes sociais revolucionou a forma como as pessoas se comunicam, se relacionam e vendem. Mudou também a maneira como muitos consomem notícias, cada vez com menos texto e mais interação do usuário. Mas nem tudo é positivo no mundo online. As fake news, que são as notícias falsas, cresceram na mesma proporção e agora cabe ao jornalismo a difícil missão de mostrar a verdade. 

O desafio não é simples e nem inédito. Notícias falsas existem desde os primórdios do jornalismo, mas nunca foram tão disseminadas quanto agora. Estudo feito por cientistas de Massachusetts em 2018, mostra que as notícias falsas se espalham 70% mais rápido do que as verdadeiras e ainda alcançam mais pessoas. 

Veja mais

Podcast de jornalismo e o avanço no Brasil

Em 2019 o Brasil alcançou a posição de segundo maior mercado para podcast no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. A pesquisa divulgada pelo Spotify mostra que o número de ouvintes brasileiros pela plataforma crescia em média 20% ao mês, isso desde o início de 2018. Com a explosão de podcast de jornalismo, a expectativa é de que os números atuais sejam ainda maiores. 

Veja mais

Startups de jornalismo e a construção de uma nova era

A demanda por notícias em todo o mundo não é mais a mesma de anos atrás, dando espaço para as startups de jornalismo. Se antes a população aguardava o jornal na televisão ou no rádio para se informar sobre os acontecimentos recentes, hoje a notícia está em todos os lugares e a todo momento. O fluxo de informação é tanto que é possível e necessário que cada um selecione os assuntos de seu interesse. 

O leitor ganhou independência ao longo do tempo. Deixou de ser um expectador passivo, que consome o que lhe é apresentado, para escolher quais notícias quer ter acesso, em qual formato e em qual horário. Uma grande mudança para o jornalismo que segue tentando adaptar seu conteúdo às plataformas, formatos e necessidades de um público cada vez mais exigente. 

Veja mais

20 ferramentas do Google para ajudar jornalistas

O Google não é apenas o maior buscador da internet, mas uma empresa preocupada com o futuro do jornalismo. Empenhado em impulsionar a inovação nas notícias, criou uma plataforma chamada News Initiative, ou Iniciativa de notícias. Nela é possível encontrar uma série de ferramentas capazes de auxiliar o dia-a-dia dos jornalistas. 

Veja mais

Como o jornalismo de dados pode ajudar sites de notícias na era digital

O termo Jornalismo de Dados, que vem do inglês “Data-driven Journalism” é usado há mais de dez anos nos Estados Unidos. Ele designa notícias produzidas a partir de documentos oficiais, que são desmembrados para gerar conteúdos em formatos diferenciados e didáticos ao público. 

Apesar do termo ser novo e considerado tendência no meio jornalístico, a prática não é inovadora. Desde os primórdios do jornalismo, os repórteres reviram dados oficiais em busca de notícias. Porém, a facilidade no acesso às informações oficiais e a tecnologia impactaram na propagação do jornalismo de dados. 

Veja mais