5 dicas para se tornar um bom jornalista

O jornalismo é uma área muito abrangente, com diversas modalidades. Além disso, o profissional pode trabalhar em variados veículos de comunicação. Muitos jovens escolhem a profissão devido a essas possibilidades. Se esse é o seu caso, veja 5 dicas para se tornar um bom jornalista. E se você já um jornalista experiente, vale a pena relembrar alguns desses itens.

1. Crie o hábito da escrita

É verdade que nem todo jornalista trabalha com a escrita, mas o domínio da língua é essencial a todos. Para conhecer com profundidade o idioma e sua representação escrita, ou seja, a gramática é essencial criar o hábito de escrever diariamente.

escrever
Para ser jornalista não basta dominar a ortografia e a gramática. Saber utilizá-las não garante a nenhum profissional uma boa escrita. Afinal, o texto jornalístico deve ser entendido por um público vasto e genérico. O jornalista precisa entender perfeitamente a sintaxe, pois a clareza, que é essencial na sua profissão, só é possível com o domínio da organização sintática na frase.

Qualidades da redação jornalística, como concisão e objetividade, só vêm com a prática intensa da escrita.

2. Tenha sempre em mãos bloco de papel e caneta

Um jornalista precisa ter um olho treinado para encontrar pautas. Elas são essenciais para a profissão, pois a atualidade de um acontecimento é o ponto principal do jornalismo. Por isso é fundamental contar sempre com bloco de papel e caneta, ou lápis. Muitas pautas podem lhe escapar se você não as anotar.

Manter um bloco na bolsa também é importante quando você já se encontra em um local onde há um acontecimento digno de pauta. Você poderá conversar com as pessoas presentes e já encaminhar a matéria através da apuração dos fatos.

3. Compre um diário

diarioManter um diário é uma ótima forma de praticar a escrita todos os dias. Uma das vantagens é que não existe assunto específico para tratar nele. Mesmo quando você não tem nada importante para dizer, pode registrar acontecimentos do seu dia.

Lembre-se que o mais importante aqui é ter uma rotina de escrita, e não registrar acontecimentos aleatórios. Quando se escreve em um diário é possível acompanhar a evolução da escrita e do domínio da língua.

4. Não saia sem uma câmera

Não é obrigatório ser um excelente fotógrafo, até porque existe uma especialização dentro do jornalismo só para cumprir essa função. Mas não podemos negar a importância de se ter uma câmera. O jornalista nunca sabe quando precisará registrar um acontecimento importante, e nem sempre estará acompanhado de um fotojornalista.

semana_fotojornalismo_-_reproducao
Adquira uma câmera para carregar sempre na sua bolsa. Se não é bom com a fotografia, faça um esforço para aprender o básico. Hoje existem muitos cursos que possibilitam dominar os princípios da técnica de maneira rápida.

5. Crie habilidades sociais

Jornalismo é comunicação. Uma pessoa “fechada” dificilmente seria um bom profissional. Um jornalista deve gostar de conhecer novas pessoas e se comunicar com indivíduos dos mais variados tipos. Apesar de não ser essencial, é importante que o profissional domine a comunicação em diversas formas.

Como não é possível prever com quais tipos de pessoas o jornalista precisará conversar, o treinamento com comunicação é essencial. É impossível exercer essa profissão quando se têm dificuldades, ou até mesmo medo, de falar com outras pessoas. Essa deve ser a primeira barreira a ser superada.