Branding e como ele influencia na audiência de sites de notícias

Como as pessoas enxergam a sua empresa? Qual a primeira coisa que vem à mente quando alguém ouve o nome do seu site de notícias? Claro que as respostas para estas perguntas variam muito, principalmente em relação ao grau de proximidade com a marca. Mas a maneira como você se apresenta é fator determinante para a impressão da sociedade. Isso é branding e ele pode influenciar na sua audiência. 

Branding é um processo de gestão da marca, onde se trabalha em todas as esferas para criar valor, através de uma imagem diferenciada perante ao público. Nas pequenas empresas onde o número de concorrentes é alto, o branding é uma estratégia para diferenciar a marca dos demais. Com o branding, mais do que produtos, a empresa passa a vender valor.

Identidade e valor

A marca não é o logotipo, não é um nome e não é a identidade visual. A marca é tudo o que envolve o negócio, desde o produto ou serviço, à expectativa gerada e a experiência do usuário. O branding consiste em pensar em todo o processo da marca, para que a mensagem que chegue até o cliente seja exatamente ou próximo a que se quer passar. 

Dificilmente alguém terá controle sobre a forma como sua empresa é percebida, já que isso depende de outras pessoas. Mas é possível direcionar a imagem por meio da visão, propósito e identidade. O branding é estruturar o negócio para passar uma imagem e ganhar um valor. 

Entender sobre branding é mais fácil com exemplos. Pense no Jornal Nacional da Rede Globo. Ao lembrar da trilha de abertura nos remetemos a um momento de impacto, sério, responsável. O formato nos dá a sensação de credibilidade e também de tempo real, do ao vivo, de saber onde a notícia está. Os rostos conhecidos passam a sensação de proximidade e a redação ao fundo, a ideia de trabalho em equipe. 

Cada um tem sua ideia pessoal sobre o Jornal Nacional, mas é senso comum que o noticiário passa seriedade e tem grande audiência. Essa visão da marca gera valor, que pode ser monetizado, nos anúncios dos intervalos, por exemplo.  

Posicionamento e equilíbrio

A criação da marca passa pelo posicionamento, que pode e deve ser pensado para cada ponto de contato com o cliente. O posicionamento pode ser sutil, pelo logotipo, identidade visual, linguagem com leitores e fornecedores. Mas também pode ser mais firme, por meio do editorial, da seleção de anunciantes ou das notícias veiculadas. 

Se a intenção é ter um jornal aberto à diversidade, as diferentes culturas e posições, isso pode ser mostrado de várias formas. A escolha das fotos, das pautas, dos repórteres, por exemplo, sustentam o posicionamento do veículo. 

Posicionamento é renúncia e precisa ser respeitado. Quando a empresa se posiciona, precisa sustentar seu discurso. Contradições na linguagem podem causar danos à imagem da marca e prejudicar a relação com o público. 

Como branding influência na audiência  

É através do branding que é possível direcionar o público que acessa e anuncia nos sites de notícias. Ao definir quais pautas viram reportagem, por exemplo, se o jornal acompanha mais política e economia, ou polícia ou entretenimento, consequentemente o público de cada assunto vai acessar mais ao conteúdo. 

Para que os anúncios estejam alinhados com a política da empresa de notícias é necessário definir qual o editorial do jornal. É se posicionando que é possível se tornar referência no assunto, consequentemente atrair mais leitores e aumentar a monetização do negócio com anunciantes  ou assinaturas.