Dificuldade em manusear plataformas de jornalismo

Que a internet está presente em todos os lugares e na vida de milhares de pessoas, isso não é mais nenhum segredo. A maior parcela da população, hoje em dia, está conectada com o universo online, fazendo dele quase que um modo de vida. Isso porque se criou, assim, a necessidade de estar conectado a todo momento, interagindo com os conteúdos, através de curtidas, comentários, sugestões, críticas e compartilhamentos.

A internet, dessa forma, deixou de ser apenas um meio de entretenimento e passou a ser um dos principais veículos de informação e comunicação. Através dela, é possível se conectar com pessoas que estão distantes fisicamente, localizadas em outras cidades e até países. A internet também é hoje um dos principais meios de informação, uma vez que os internautas procuram ficar por dentro e tudo que está acontecendo através dos sites de notícias.

(Foto: Cecília Bastos / USP)
Usuário lendo noticias no celular. (Foto: Cecília Bastos / USP)

Com a criação desse novo hábito, surgiu então a necessidade de que todos se integrassem a esse meio, inclusive os veículos mais tradicionais e convencionais de comunicação, por exemplo, o jornal impresso, o rádio e a televisão. Isso porque a presença destes meios na plataforma online serve como uma estratégia para oferecer novos conteúdos e se aproximar do seu público, o qual passa boa parte do seu tempo conectado.

No entanto, surge também um novo problema. Os veículos convencionais não possuem, a princípio, formação ou capacitação para gerenciar uma plataforma a mais. Os profissionais destes meios estão acostumados a lidarem apenas com o tradicional. Com a necessidade de se inteirar com o meio online o mais rápido possível, os próprios jornalistas acabam criando seus sites e começam a postar conteúdo.

problema112

Na internet estão disponíveis vários gerenciadores para se criar, de forma gratuita, um site. A questão é que a maior parte dessas plataformas gratuitas oferecem layouts prontos, justamente para facilitar o manuseio de quem não está acostumado com esse meio. O problema é que essas plataformas prontas, na maioria das vezes, não são capazes de suportar o conteúdo jornalístico.

Os veículos convencionais não possuem, a princípio, formação ou capacitação para gerenciar uma plataforma a mais.

Isso porque os layouts pré-definidos não oferecem tantas opções de organização, coisa que é primordial para um site jornalístico. Pela grande quantidade de conteúdo, que é postado com alta frequência, um site de jornal precisa ser muito bem organizado, para facilitar a leitura e a navegação dos leitores. Surge assim a dificuldade dos jornalistas em gerenciar essas plataformas e conseguir elaborar um site eficiente que satisfaça o seu público.

problema113

A solução para esse desafio é contratar uma empresa capacitada para desempenhar tal função. Ter uma empresa responsável por gerenciar a parte técnica do site, além de aliviar as funções dos demais profissionais da redação, é a alternativa para ter um site adequado apara esse fim. Até porque os jornalistas devem se preocupar com conteúdo, como colocar ele me melhor forma ao leitor e não saber de programação do site.

Antes de contratar uma empresa especializada, primeiro avalie seu histórico: ela já possui requisitos suficientes? tem clientes do mesmo nicho de mercado? possui uma plataforma independente? tem históricos de reclamação? atende aos clientes de forma satisfatória? oferece oportunidades e melhorias para seu veículo?

Fique atento! Afinal de contas, seu veículo de comunicação é seu negócio!